• Caçador Urgente
  • Divulgação

Tchô que matou hôme atropelado em Campo Erê ganha as pulseiras de aço em Caçador

  • 08/11/2019
  • 461

Na noite desta quarta-feira 6, Tiras civis de Caçador guentaram um tchô de 33 anos, suspeito de cometer um homicídio na cidade de Campo Erê/SC. O investigado, A.F.S., ganhou as pulseiras de aço por meio de um mandado judicial.
A vítima, Diego Medeiros de 30 anos, foi atropelada no dia 26 de outubro, e morreu no dia seguinte no hospital de Pato Branco/PR. A Poliça Civil investigou os fatos, e chegou à conclusão que o motora atropelou intencionalmente o tchô por causa de um desentendimento.
O motora do carango deitou o cabelo do local do atropelamento. Após os fatos, uma investigação teve início e identificou A.F.S. como o autor do crime. Um mandado de cadeia foi expedido em Campo Erê/SC.
Após diligências, tiras civis daquele município descobriram que o tchô estava residindo em Caçador. A Poliça Civil local foi informada, e cumpriu o mandado judicial.

O homem foi levado ao presídio.

Comentários